Mais Lidos

Condenação

By : Edilson Cândido Rezende


Sua alma 
Percorre

Lagrimas secas caem do seu rosto 
Como uma lamina 
Sua vida se esvai

Uma lacuna 
Se move 

Mesmo que ela possa te ver e te ouvir 
Nunca irá te amar 
Essa será sua condenação 

Como eu posso? Como eu posso? 
Viver sem você 
E o gosto do seu beijo 
Torna tudo mais difícil 

Danilo Contra os Três Príncipes - Capítulo Três - Natan se Coloca no Seu Lugar

By : Edilson Cândido Rezende
Capítulo Três

Natan se Coloca no Seu Lugar



 O domingo chegou e com ele a função quase automática de ir para a igreja logo de manhã. Ir a igreja era como ir para um QG não oficial, ali Danilo se sentia um pouco mais protegido de tudo. Como as aulas já iriam se iniciar na segunda-feira, ele teria que “se fortalecer espiritualmente” para voltar e assistir as aulas apavorantes de segundo período. Danilo assistiu ao culto, mas Clara não foi para a igreja, “com se isso fizesse diferença”. Clara tinha namorado. O que ele poderia fazer? Ele poderia derrotar trinta demônios, Clara continuaria com Nicolas. Pelo menos seu amigo que outrora era descrente e agora acredita em tudo estava presente. Natan agora sabia de todas as coisas que estavam ocorrendo, ou melhor, agora acreditava em tudo o que Danilo lhe contava:

- Danilo – chamou Natan, ao final do culto.

- Fala cara!

- Poxa, eu teria que ir pegar uns panfletos para a igreja, vamos comigo?

Danilo odiou a ideia, pegar panfletos? Isso era trabalho das pessoas com funções na igreja, não para jovens como ele e Natan. Danilo, não soube dizer o que o fez dizer sim. Mas quando se viu já estava na estação de trem de Piedade. Que outrora era chamada de estação Gamba (devido dos bêbados que ficavam na região). Enquanto aguardavam o trem, Danilo contava a Natan, tudo o que havia ocorrido. Natan por sua vez, falava para Danilo como sua vida mudou. Agora ele via demônios por ai e toda a sorte de criaturas estranhas:

- Cara, você sabe por que não vemos nenhum anjo a não ser Ezequiel por ai?

- Natan, Ezequiel me disse uma vez que todos os anjos foram para uma reunião que já dura a um tempo.

- Cara, você precisa de ajuda. Eu não tenho como te ajudar, porque não tenho armas, você tem uma espada e eu tenho o que?

Apesar de varias tentativas feitas, Natan não conseguia transformar a bíblia em uma espada, como Danilo conseguia. Apesar de Ezequiel constatar que Natan era muito mais crente do que Danilo.

- Sim, mas precisamos que você permaneça em “off”, não demostre que você os ver, isso pode te prejudicar e além do mais a gra....

 Natan saiu voando do lado de Danilo, caindo bem na encima das inúmeras pedras das linhas do trem. Danilo olhou para trás e viu o mesmo rapaz que estava no culto do fim de ano. *Set, na verdade nunca havia saído do corpo do rapaz, aparentemente ele era a versão humana do próprio demônio:

- Oi Danilo, tudo bem? Vejamos, temos um amigo seu que se encontra desmaiado na linha do trem, que pode nós ver como você, mas não tem armas. Isso me lembra até alguém sabe. – Set, abria um largo sorriso no rosto – e temos você, sem arma também – Set mostrava a bíblia que Danilo usa como espada na mão dele – e temos também ao meu lado, um amigo seu – Mephisto estava ao fim da estação, com um saco de pipoca na mão e acenou com um sorriso para Danilo no rosto - Ab-Ta, lembra-se do vale da sombra da morte?  Ele quer acertar algumas contas com você – Ab-Ta estava como da última vez que Danilo o viu, com seus pequenos chifres e olhos vermelhos e brilhantes, feio, mas não tão feio quanto dragão que ele havia se transformado da última vez - E como você sabe, fomos interrompidos antes terminar a nossa ultima apresentação - Natan ainda estava desmaiado na linha do trem – bom dessa vez não tem pastor. Eu tenho Mephisto para realizar a nossa pequena ilusão do qual ninguém pode nós ver. Dessa vez você não pode escapar. Preparei tudo conforme o mais perfeito script, Daimon não esta mais aqui para te defender. Morreu pela sua mão e agora você morrerá pela minha.

- Set eu pre... – Danilo foi arremessado com um gesto de mão que Set fez, Danilo foi parar junto com o seu amigo Natan.

Danilo se levantou e meio cambaleando olhou para frente, e ali a 300 metros de distancia estava Set bem na sua frente. Natan ainda estava desmaiado bem aos pés de Danilo e não esboçava nenhuma reação.

- Danilo, como é morrer por uma pedra? Deve ser rápido e indolor – Set pegou uma das pedras enormes que ficavam na linha férrea. Serei certeiro.

Danilo olhava mais ainda estava um pouco dolorido para reagir, mas reagir a que? Sem espada ele era mais um cara normal, apenas com o diferencial de poder ver coisas que outros não conseguiam ver. Mephisto, impedindo que as pessoas pudessem ver a batalha. Danilo tinha a ligeira sensação que Ezequiel poderia ver tudo o que estava acontecendo, mas não pode fazer nada. Contra três demônios que são infinitamente mais fortes que ele. No máximo poderia orar para que tudo acabe bem.

Mephisto olhou para Ab-Ta:

- Ai, quer uma pipoca? – Poxa quero né.

- Aposto quatro almas no Danilo?

- O que? Como pode apostar contra Set? – Disse Ab-Ta, indignado – Set é um arcanjo cara, está louco?

- Olha louco aqui é você, afinal quem tem dupla personalidade aqui é você. Danilo tem um toque do destino, um dia você saberá do que estou falando.

- Quatro almas apostadas – concordou apertando a mão de Mephisto.

 Set lançou a pedra com uma velocidade impressionante, tão rápido que Danilo nem viu ela fazer o caminho em sua direção. Set parou de sorrir, quando um jovem de vestido branco apareceu bem na frente de Danilo. Ezequiel colocou a mão na frente da pedra que estava a uma polegada de Danilo. Com um largo sorriso o anjo começou a esfarelar a pedra com a sua mão:

- Ah, Set, eu não deixava – disse Mephisto, mas debochado do que nunca.

- Cale a boca idiota – Set, olhou com impaciência para Mephisto – tu é folgado hein anjo de Deus, idiota, não sabe ver hierarquia? – Set levitou a alguns metros do chão, fez com que milhares de pedras se levantassem junto com ele. As pedras começaram a tomar um formato pontiagudo.

- Pegue o Natan, vamos sair daqui. – Danilo segurou Natan ainda desmaiado e colocou sobre seus ombros 

– Vamos nos transportar daqui.

Ezequiel por algum motivo não conseguiu se transportar. Muitas pedras do lado direito e esquerdo de Set começavam a se colocar em posição de ataque vertical.

- Isso agora não – Ezequiel se lembrou da única criatura que impedia o transporte dele, isso já aconteceu algumas vezes – **Thoth – disse ele olhando para trás.

- Meu amigo, Ezequiel, um anjo a menos agora, sabe eu descobri que muitos amigos seus queriam te rever, ai fiz essa reunião de família, Eu fico com você, Set com essa merda chamada Danilo e o amigo Ab com a carne do pobre negro com ele, sabe como Ab adora carne escura né? – Thoth subiu com o seu cetro e asas, Danilo não entendeu nada do que disse, pois Thoth como na primeira vez que Danilo o viu, falava em uma língua própria de anjos que só Ezequiel entendia.

 Set, lançou as pedras do seu lado esquerdo com toda velocidade em direção aos três. Ezequiel fez com que todas as pedras se concentrassem nele. O anjo foi jogado a mais de 500 metros levando pedradas em todo o corpo. Ezequiel foi aparentemente abatido. As pedras do lado direito agora seriam lançadas e Danilo não poderia fazer nada. Deus poderia ajudar, “Deus já fez de mais”. A morte agora vinha em direção a Danilo sem mesmo direito a defesa. “Morraaaaaaaaa!” gritou Set ao lança-las. Danilo só fechou o olho, talvez a morte fosse indolor. Um barulho de metal sendo bombardeado por balas começou a soar. Danilo não sentia nenhuma dor e talvez o inferno tenha esse barulho mesmo. O barulho continuava. Danilo abriu os olhos e viu Natan na sua frente, segurando um escudo dourado. Natan estava segurando a sua defesa firmemente. As pedras não provocaram nenhum arranhão no escudo que após cessar o ataque foi abaixado. Natan sorria:

- Danilo, eu não tenho arma de ataque, mas sim de defesa.

 Todos ali estavam estupefatos. Natan fez um campo de proteção dourado em volta dos dois. Ab-Ta e Mephisto, decidiram que era hora de intervir e foram os três, Set, Ab-Ta e Mephisto em direção aos jovens.

- Tomara que ele aguente. – disse Natan ferido na cabeça e sangrando no braço.

- Tomara – confirmou Danilo.

 De repente vários seres com assas brancas grandes com vestidos brancos e cabelos grandes e lisos, interoperam a passagem dos três demônios. No mesmo instante os três demônios,  desapareceram. 

Thoth estava a levar Ezequiel puxando pela perna esquerda. Um dos seres apareceu na frente dele.

- Deixe ele ai.

- Ah, eu não sei quem vo...

- Eu sou uma Virtude e eu quero que você o deixe ai – disse a Virtude que tinha olhos vermelhos e cabelos loiros e grandes, Fernanda sucumbiria à beleza do ser.

- Ah, eu nem queria mesmo.

Thoth sumiu.

Danilo, Natan e Ezequiel foram tratados ali mesmo. Seus machucados foram todos curados. Danilo e Natan foram liberados, mas Ezequiel teve que ficar:

- Eles querem fazer umas perguntas, nada de mais.

- Ezequiel quem são ele? – Perguntou Natan.

- Lembra Danilo quando eu disse a você que estava tendo uma reunião no céu e por isso não se via nenhum anjo por ai? – Danilo concordou com a cabeça – a reunião acabou – ele pegou bloco e deu na mão de Natan – aqui estão os seus panfletos.

Natan e Danilo agradeceram e Ezequiel foi com os outros anjos.

 Marta, a reitora da faculdade olhava tudo de longe. A estação de trem de Piedade e a faculdade ficavam a poucos metros de distancia. Com certa indiferença ela olhava tudo. “Interessante” pensou Asmodeus, mas sorriu como Marta.
________________________________________________________________________________________________


*Set - Aparece pela primeira vez no livro Danilo Contra o Senhor das Moscas, no capitulo 6, o que parecia ser uma posseção demoniaca ele domina toda a igreja e humilha a filha do pastor da igreja. 

 **Thoth - Aparece no primeiro livro Danilo Contra o Senhor das Moscas no capitulo 5, impedindo Ezequiel de teletransportar, Thoth parece ter uma historia grande com Ezequiel. Thoth não fala a linguá humana alguma por isso Danilo nunca entende o que ele fala com Ezequiel.

Danilo Contra os Três Príncipes - Capitulo Dois - O Diabinho da Garrafa

By : Edilson Cândido Rezende
Capitulo Dois

O Diabinho da Garrafa



 *Fernanda não gostava de ópera, mas como a maioria dos jovens ela adorava balada. Seu pai, um professor de Física com olhares obscuros e rosto carrancudo é um pai presente. Sua pele branca e seus olhos castanhos claros lhe eram bem vindas. Sempre que pode, alimenta a filha com as superficialidades do mundo moderno. Viagens para o exterior. Paris, Roma e este ano ela pretende conhecer a Austrália. Mas como um professor de Física conseguia tantos recursos? Como ele com um salário “de fome” que o estado lhe pagava, conseguia fazer tudo isso? Segundo o próprio era através de uma “boa gestão financeira herdada dos pais”. Era a mentira que ele dizia aos amigos, era a mentira que ele dizia para a filha, mas era a mentira que ele queria dizer para si mesmo. Mesmo sabendo a verdade, seria muito melhor se entender com ela depois.

***

 Danilo teve que pegar um taxi. Com o cartão de credito de dependente (que a mãe lhe deu no começo do ano) ele pagou o taxista (dessa vez o motorista era humano para o seu alivio). Pensar que Mephisto, esteve tão perto de sua espada, tão perto de mandar um demônio extremamente chato para as profundezas do fogo eterno e talvez nunca mais o ver. Parecia um sonho que ele deixou escapar por muito pouco, “pela maldita inercia, odeio física”.

As ruas estavam pouco iluminadas e apenas Danilo caminhava pela rua em direção a sua casa. Para ele chegar até lá, tinha que subir uma pequena ladeira e o motorista do taxi inventou que não poderia subir até lá porque o seu carro era movido a gás. Como Danilo não entendia muito bem disso teve que seguir a pé o resto do trajeto. Ao passar pelo numero 504, uma voz suave como a de um anjo lhe gritou. Quando ele olhou para trás percebeu que era Fernanda, com baby-doll lindo e transparente. Sem hesitar ele foi até ela:

- Danilo, bom, eu entro na faculdade este ano e queria uma ajuda sua.

- Pode falar – disse Danilo animado.

- Eu queria montar a minha grade da faculdade, mas não sei mexer naquele site, me ajuda? – Fernanda fez uma voz muito gostosa de ouvir no final da frase.

- Sim, ajudo sim – respondeu o jovem que evitava olhar o máximo para Fernanda com aquele baby-doll,  Danilo procurou pensar no seu amigo Elton o tempo todo.

 Ele entrou na casa de Fernanda e meio que sem perceber (pois o corpo dela parecia causar uma espécie de feitiço manipulador de mentes) já estava no quarto dela. Lá estava Gilmar, o pai da "paixonite" do Elton, que Danilo viu poucas vezes na sua vida. Gilmar tentou pela ultima vez montar a grade dela e assim que a tentativa falhou, desistiu e saiu da cadeira dando lugar a Danilo. Depois de pelo menos 5 minutos sentado na cadeira, Danilo montou completamente a grade de horários da jovem “fresca”. Gilmar (que estava ganhando uma ligeira barriga de chopp) disse com uma voz rouca “obrigado, lhe acompanho até a porta” Fernanda nem agradeceu, já estava mexendo no seu smartphone.  Passando por um corredor que levava até a porta, mas passando pela cozinha, ele no notou uma coisa muito estranha. Encima da geladeira, havia uma garrafa tampada por uma rolha e dentro dela havia uma criatura humanoide, escura, com olhos vermelhos e com dois pequenos chifres na testa.

- Seu Gilmar, o que é aquilo? –

Gilmar sentiu sua espinha gelar e de certa forma pensou em matar Danilo ali mesmo.

- Como?

- Tem uma criatura ali den... – Antes terminar Gilmar lhe deu um empurrão.

- Vai pra casa agora! E nunca mais volte aqui! Agora! – Disse Gilmar aos berros.

 Danilo por um momento pensou ele era um assaltante e uma vez descoberto o seu crime, foi expulso de casa. 

 Com passos rápidos e sempre firmes ele chegou bem rápido em sua casa. Dormindo no sofá, ainda vestida com a roupa do show, sua mãe Ana dormia, sem preocupação no sofá. Danilo foi até o seu quarto e lá percebeu que Ezequiel já estava nela . “Ezequiel, você não sabe oque aconteceu cara...” Danilo contou tudo o que houve, mas o fato que mais chamou a sua atenção era a criatura demoníaca que Gilmar tinha dentro daquela garrafa.

- Danilo, o que você viu era um **Cramulhão, um demônio que precisa ser chocado por uma galinha preta e durante alguns dias.... – Ezequiel contou com detalhes como era o ritual macabro – Por fim este ser precisa ser alimentado com sangue humano. Enquanto a pessoa viver ela terá tudo, a vida financeira dela será perfeita, ao final da vida o valor do serviço contratado é uma viagem sem volta ao inferno.

- Quer dizer então que Gilmar faz todas essas viagens e da tudo para Fernanda por causa desse pacto?

- Com certeza.

- Ezequiel, podemos fazer alguma coisa? Algo para ajudar ele?

- Só quem pode quebrar contratos seria Deus, em matéria de poder, somente Ele, mas nem Ele fará, porque Deus não pode quebrar regras que ele mesmo estipulou. Se ele fizer isso, todos serão salvos, indiferente das praticas, pois Deus ama a todos da mesma forma.  Terá que salvar todos que estão encrencados. Apesar de ser possível, Deus não pode interferir, pois a decisão final de Gilmar foi essa e independente do destino, o ser humano deve colher o que plantou.

- Ah, que droga, bom - depois de uma breve pausa - temos coisas pra fazer.

 Danilo se virou para o seu computador e na hora se lembrou de que teria que montar a sua grande de horários também.

 Ezequiel sentiu que Danilo nem se importou muito, mas ele também sabia que coisas muito mais importantes estão em jogo e foi o pobre do Gilmar que selou o seu destino com um pacto com demônios.

***

 Há 22 anos, Gilmar era um homem feliz. Uma linda esposa (grávida) lhe dava uma alegria imensa. Fernanda nasceu, mas quando uma vida nascia, uma se perdia. A esposa de Gilmar morreu quando a filha nasceu. Isso acabou com o homem que apenas era formado em física, o que neste país não significa muita coisa. Por não aguentar a falecimento precoce da esposa, Gilmar teve dois derrames que o fizeram perder boa parte dos movimentos das pernas e uma parte da mão direita. Impossibilitado de trabalhar e com uma filha para criar, a pobre alma não tinha o que fazer. Bom, até tinha e acabou fazendo a única coisa que um estranho ofereceu a ele naquele momento. Uma passagem só de ida para o inferno. Mas o que era a eternidade perto da felicidade da filha “nada”. Inferno para Gilmar era uma coisa simples de imaginar. Para ele e a maioria das pessoas, o inferno era um mar de fogo e enxofre aonde sua carne iria queimar durante toda a eternidade. “Mas só que não”. O inferno é bem pior. Imagine um lugar aonde aonde não há presença de nada, de ninguém, aonde você não sente a Deus, não ver a luz e não tem nada além de trevas e escuridão. Aonde não existe a palavra amor. O inferno seria a isenção da esperança, a completa companheira seria a solidão e o perfeito crime (o mesmo que Gilmar cometeu) seria amar alguém acima de Deus. O maior dos pecados.

____________________________________________________________________________________________

*Fernanda - Aparece pela primeira vez no capitulo 6 do livro Danilo contra o Senhor das Moscas, Elton amigo de Danilo é apaixonado por Ferrnanda. Mas a mesma não da minima para ele. Wagner e Fernanda tem um pequeno relacionamento no primeiro livro.


** O Diabinho da Garrafa, também conhecido como Famaliá, Cramulhão, ou capeta da garrafa, é um pequeno demônio que nasce de um ovo, e é criado por um humano, normalmente que tenha pacto com o diabo, para satisfazer seus desejos materialistas.



Danilo Contra os Três Príncipes - Capitulo Um - Ópera

By : Edilson Cândido Rezende
Capitulo Um

Ópera



 Trabalhar no serviço publico tem lá suas vantagens, entre alguns benefícios o que mais agradara a senhorita Ana, era a de ganhar ingressos para shows ou eventos importantes e como um presente de ano novo, o prefeito da cidade do Rio resolveu dar alguns ingressos do show da cantora lírica Sarah Brightman para alguns servidore. Ana foi uma das pessoas contempladas com dois ingressos, como o seu querido amigo Daimon não era visto a pelo menos três semanas só restou uma pessoa para quem ela poderia pedir uma bela companhia. Seu filho, que ela não acha lá muito normal. Danilo estava em casa vendo as notícias da semana por um canal de notícias pago, durante três semanas não se falava em outra coisa a não ser no terrível furacão que havia arrasado Piedade, alguns carros e casas simplesmente ficaram destruídos, os jornais destacavam que foi a primeira vez que um furacão havia sido registrado no Estado do Rio e provavelmente foi o primeiro do país, para alivio pessoal de Danilo o tal furacão não matou ninguém.

 Ana ainda se arrumava para ir para casa depois de um dia cansativo na repartição quando ela recebe uma mensagem pelo WhatSapp, do seu filho.

"Mãe esta tudo bem? Me liga”.

Ana estranhava a maneira como Danilo a tratava nas ultimas semanas, parecia que ela era a filha e ele o pai preocupado, ela simplesmente respondeu que sim, saiu, afinal estava apressada para o show da cantora que seria hoje mesmo e esperava encontrar seu filho prontamente arrumado.

Mas para sua decepção que no fundo não era nenhuma surpresa, ela encontra Danilo em casa lendo a bíblia e nada demonstrava que ele tinha se arrumado para sair.

- Danilo, porque não se arrumou?- perguntou de maneira calma.

- Mãe, desculpe, mas minhas roupas já estão passadas e prontas, tomei meu banho então só me resta vestir as roupas, vamos agora?

- Sim Danilo vamos agora. Se arrume já. Eu só estou esperando o táxi marcado para daqui a 5 minutos - neste instante se ouve uma buzina - pronto, ele já chegou!

 Danilo se arrumou rapidamente e em menos de 3 minutos já estava pronto, ele prometeu que nunca mais iria abandonar a sua mãe  pois segundo Ezequiel sua casa e seu trabalho estavam sendo resguardados por uma espécie de radar anti-demônios, ao menor sinal de força sobrenatural no trabalho e na casa de Ana, imediatamente Danilo iria ficar sabendo através de uma pedrinha dourada que brilhava para emitir o sinal de alerta, ate agora a pedrinha que mais lembrava um crustáceo nunca deu alerta de nada e isso o tranquilizava.
Assim Danilo procedeu ate o táxi modelo Megane, sua mãe já estava lá dentro e fez questão do sentar no banco se trás para que o seu filho viesse ao lado dela, com tudo pronto o veiculo arranca com uma mãe despreocupa e elegante com um vestido vermelho e com um decote generoso assim como o corte que ele continha para mostrar uma bela perna torneada de uma mãe solteira e junto com ela tem um rapaz que agora acredita ter fé e os seus problemas quase que resolveram totalmente, ele não precisa mais temer, tem uma espada, a sua própria bíblia, o objeto que nada pode superar e ninguém pode vencer, pois e a própria palavra de Deus, o Deus que o salvou, que salvou sua mãe de um destino terrível e vai salvar a sua amada de um destino desconhecido e provavelmente muito ruim.

                     ***

  Uma mulher jovem e bonita se orgulhava de si mesma, formada em Direito e agora aos 35 anos já era reitora de uma universidade. Localizada no bairro da Piedade a universidade Mestres do Saber já tinha mais de 75 anos de tradição. Mas quando ela assumiu, a instituição estava afundada em dividas e isso demandou um esforço colossal para que a senhorita *Marta Medeiros com seus lindos cabelos loiros e olhos verdes brilhantes, pudesse colocar a faculdade nos eixos. Depois de três anos de trabalho duro, quase 90% das dividas foram pagas e o restante foram parceladas, com uma mão forte. Marta conseguiu colocar a universidade novamente entre as melhores do país. Isso lhe rendeu o respeito entre o corpo docente que nunca se deu bem com os seus administradores que outrora eram um bando de bandidos de terno. Porém por amor, ela teve que abrir mão de outras coisas Preferiu ficar solteira a se casar, não ver a família há dois anos e teve que dizer não ao show mais esperado do ano por ela. "Sarah no Rio, que droga, mas eu tenho que terminar de ler todos os documentos" Marta tinha que terminar de ler os papeis de uma possível contratação de alguns serviços terceirizados para a instituição e isso requeria uma analise minuciosa. A contratação desses serviços resultaria na demissão em massa de mais de 1200 funcionários, mas a instituição tinha que crescer, não importa como isso deveria acontecer. “Resultados isso e o que importa”. Com isso ela ira ouvir o grande show pelo radio que será transmitido ao vivo. Enquanto lesse os documentos à bela voz da cantora lhe daria animo para continuar a leitura.

***

 Depois de pelo menos 45 minutos Ana e Danilo chegam a casa de show, já na recepção eles são convidados a mostrar o ingresso que é passado na maquina validadora, os lugares eram marcados e como era de costume em shows nas casas da Barra da Tijuca o lugar estava repleto de personalidades. Alguns iniciantes da novela malhação, grandes atores globais e ate artistas de cunho internacional. Eles se sentarão em uma das cadeiras extremamente acolchoadas que se adaptavam perfeitamente ao corpo "Vou dormir muito bem hoje" pensou Danilo de forma mais animadora, pois odiava ópera e apenas foi ate o show para não deixar sua mãe sozinha. Depois de meia-hora as luzes do ambiente se apagam e o show começa.

***

 Danilo estava subindo os degraus da igreja, com passos firmes e fortes, nada mais importava "nada" tudo havia acabado, como se todos os momentos, todos os segredos, as contradições e os medos houvessem acabado. Afinal a mascara de Deus cairá, não existia um Deus único, afinal ele nunca existiu. Danilo provou isso para todo o céu e agora o véu de mentira havia caído para sempre, fazendo com que até alguns anjos abandonassem o barco do bem "Bem? Porque o lado de Deus é o lado bom?" Foi um dos questionamentos que o seu novo mestre e pai haviam feito a ele e como grande orador que era, Danilo nunca tinha uma boa resposta para as suas perguntas. O jovem estava vestido como as vestimentas do Saint Vincent Ferrer do pintor espanhol Juan Joanes, com roupas pretas e brancas, o vestido era longo, porém os olhos de Danilo estavam coloridos como se a composição deles fosse feita de tintas frescas. Todo o seu globo ocular era ocupado por essa composição sinistra. Conforme ele ia subindo a escada era possível ouvir um louvor cantado pelo coral da igreja.

“Que Deus te abençõõõõõõe (todos) Que Deus sobre ti levante o rooooosto, que te de paz (homens) que te de paz (mulheres) que te de paz (homens) que te de paz (mulheres), que Deus sobre ti levante o rooooooooooooosto e te guarde e te guarde, para sempre guarde, que Deus te guarde, Deus te guarde, guarde até o fim, aaaaamém, aaaaaamém, aaaaaaaaaaaaamémmmm, aaaaaaaamém, amém, aaaaaaaaaameémmmm, aaaaaaaaaaaaaaaamémmmmmm (todos)”

 Ao final da musica, Danilo se achegou no salão de culto da igreja que estava lotado, o pastor já em seu púlpito iria iniciar a pregação, mas Danilo tomou a palavra na frente dele.

- Meus caros – sua voz era forte e ecoou por todo o salão – em dois minutos eu vou destruir todo essa igreja em uma grande explosão, mas não quero matar vocês, se vocês quiserem salvar suas vidas, deixo quem quiser sair agora, mas quem resolver ficar, vai se explodir com ela, o que me dizem?
Toda a igreja olhava para Danilo com um olhar desacreditado, não poderiam acreditar no que ouviam, o pastor Carlos se dirigiu até ele.

- Danilo meu filho, não sei o que houve com você e Clara mas podemos ajudar, não vemos ela há semanas e você a tem visto ? – Disse o pastor Carlos calmamente.

Danilo não fez muita coisa, apenas levantou o seu dedo indicador e disse.

- **Mene, Mene, Tequel e Parsim – Seu dedo se abaixou.

O pastor ficou de joelhos e colocou rapidamente sua mão na garganta, alguma coisa estava o fazendo engasgar, seus óculos caíram no chão. Depois de um tempo, da sua boca começou a sair dinheiro, notas de 20, 50 e  100 reais, o pastor caiu no chão desmaiado, logo depois disso, metade da igreja saiu, apavorada.

- Mais alguém? – gritou Danilo – temos que separar o joio do trigo, não é mesmo? - as cores dos seus olhos mexiam no sentido anti-horário.

 - Danilo você pode destruir o que você quiser, mas saiba que o nosso corpo na verdade é o templo do Senhor.

- O que? – risos enlouquecidos e loucos saíram da boca do jovem que outrora era acometido – vamos lá então, é o templo do? Digam pra mim.

- Do Senhor.

- Respondam mais alto, é o templo do?

- Senhor!!!!!!!

- Do?

- Sem...

Não se ouviu Senhor, mas ouviu-se toda a igreja se explodindo e sendo banhada pelas chamas em uma explosão épica.

***

 Danilo acordou assustado, Sarah cantava uma musica com um tenor brasileiro, sua mãe olhava para o show admirada, provavelmente não viu que Danilo tinha adormecido, mas de qualquer forma, foi o sonho mais louco que ele já teve na vida, mas foi tão real que ao olhar novamente para seu corpo viu que estava vestido como uma pessoa normal. Ezequiel apareceu do seu lado.

- Danilo, tudo bem ? – com toda a calma o anjo mais fraco do céu (era o pensamento do Danilo que ele prometeu nunca levar ao conhecimento do anjo)

- Sim, só com dor de cabeça, mas nada além disso, Ezequiel me faz um favor, já que você esta aqui.

- Sim diga – o anjo como sempre desconfiado.

- Fique com a minha mãe, eu vou pra casa, estou cansado e se for ficar aqui eu vou dormir.

- Hum, sei, está certo, vai lá.

- Serio mesmo? Meu amigo, obrigado – bocejando ele chegou ate a sua mãe e disse – Mãe, vou pra casa, estou muitooooo cansado.

- Tá, tá, tá – disse sua mãe apenas fazendo uma breve referencia com a mão esquerda.

 Danilo se levantou,  saiu assim que as luzes do show diminuíram, pois o evento teria um intervalo de 3 minutos, tempo suficiente para ele sair de mansinho e se esgueirar até a saída.

 Danilo pegou um ônibus, como já era 22:00 de sábado, as linhas  estavam meio vazias, ele entrou em um no veículo aonde só tinha o motorista, pagou a passagem e se sentou em um dos bancos de trás.

***

Marta já estava com dores nos olhos e certa fadiga excessiva, mas continuava ali ponderando a cada clausula do contrato. Ela não percebeu mas do lado de fora da sua residência uma figura sombria com pele vermelha e uma capa da mesma cor da sua pele, simplesmente surgiu. O cheiro da criatura era insuportável, ele foi ate a porta daquela casa que parecia que era feita de madeira, mas seu revestimento era de tijolos. A criatura tocou a campainha da casa da reitora Marta, que ficou revoltada pois agora ia começar O Fantasma da Opera "Essa música cantada pela Sarah era a 8º maravilha do mundo da música clássica"

***

A Mãe de Danilo que ainda acompanhava o show e ficou histérica, "O Fantasma, nossa que emoção"  o órgão enorme colocado ali no palco somente para esta musica era lindo e começou a emitir um som maravilhoso e melodioso.

***

Apesar de Danilo não esta mais no show ele ouvia ele pelo radio que o motorista deixava em um som extremamente alto, porém o veiculo estava vazio, então não fazia nada de mais, o som da orquestra iniciando o fantasma da opera tomava conta do local, Danilo se reconfortou com a introdução da música. O motorista se levantou do seu acento e deixou o ônibus andando sozinho em meio a uma Avenida das Américas vazia e sombria, Danilo não entendeu nada, mas algo estava errado, muito errado mesmo, Danilo conhecia o motorista e nesse momento ele sabia que o dia não ia terminar de maneira tão tranquila quanto achava.

Marta perguntou quem era ao se aproximar, mas não obteve resposta. A pessoa lá fora respirava de forma ofegante, em um piscar de olhos a porta caiu por cima dela como se uma bomba estivesse explodido do lado de fora, ela meio tonta levantou-se do chão e tentou correr.


“In sleep he sang to me
In dreams he came
That voice wich calls to me
And speaks my name…”

 A música cantada que saia pelo radio dava um tom sinistro a situação, quando ela correu ate o quarto para se trancar, a criatura apareceu diante dela com diademas na testa e uma pele nojenta e completamente enrugada, Marta olhou para os lados tentando buscar auxilio de uma faca talvez, mas sua casa era perfeita, nada ficava fora do lugar. A criatura já estava segurado seu braço, o mostro retirou da sua nuca uma espada que agora estava apontado para a barriga da senhora, que nada podia fazer.

“And do I dream again
for now I find
The Phantom of the Opera is here
Inside my mind...


Danilo se levantou e puxou a sua espada, logo ***Mephisto também retirou o uniforme de motorista de ônibus e desembainhou a sua espada de dentro do seu terno.

- Oi Danilo, sem mais, vim terminar aquilo que comecei.

O som da ópera (que agora era cantada por Cris Thompson que fazia dueto com Sarah Brightman) ecoava pelo veiculo. Danilo se levantou e olhou para baixo e com o ônibus em movimento. Mephisto partiu para cima dele.

“Sing once again with me
Our strange duet
My power over you
Grows stronger yet
And though you turn from me
to glance behind
The Phantom of the Opera is there
Inside your mind...

Ana olhava tudo como uma criança, aquele show, aquela diva, era tudo uma maravilha e até mesmo Ezequiel se empolgou um pouco.

Those who have seen your face
Draw back in fear
I am the mask you wear
It's me they hear
“Your/My spirit and My/Your voice
In one combined
The Phantom of the Opera is there/here
Inside your/my mind
(Coral)  He's there, The Phantom of the Opera
Beware, The Phantom of the Opera…”

 Mephisto estava surpreso, Danilo adquiriu muito mais força e agilidade com espada do que ele esperava. Com vários ataques sendo bloqueados e alguns ataques que Danilo desempenhava estavam quase acertado o seu braço fazendo a luta ir para a frente do ônibus, mas Mephisto deu um golpe que quase pegou no abdômen do seu oponente, forçando Danilo a mudar de lado. Agora Danilo estava virado de costas para a frente do ônibus e como a roleta havia simplesmente desaparecido, apenas o que separava ele da pista era o vidro frontal do veiculo. A luta se concentrou em ataques indiretos que servem para desequilibrar o oponente ou retirar a sua espada das mãos, até que um ataque de Danilo jogou o demônio no chão e tirou a espada de suas mãos jogando ela na escada de descida do ônibus, Mephisto estava se arrastando pelo chão com o seu terno preto e completamente indefeso.


“In all your fantasies
You always knew
That man and mystery
Where both in you
And in this labyrinth
Where night is blind
The Phanton of the Opera is there/here
Inside your/my mind...

Marta, nunca virá uma coisa tão feia e indescritível como aquela que estava na sua frente,  o radio dela ainda transmitia o show.

“(Sing to me, my angel of music)
(He's there, The Phanton of the Opera)”


Ela nem pode gritar, pois o seu coração já havia parado, Asmodeus largou a sua espada e colocou a mão dele como uma lamina afiada dentro do coração da sua vitima, Marta, já não existia mais. Ele puxou o coração dela com extrema brutalidade e com uma boca que abria três vezes o seu tamanho normal ele comeu o coração de Marta. Agora Marta poderia se arrepender amargamente por não ter aproveitado a vida do jeito que queria. Ele  jogou o corpo dela no chão e depois de pelo menos 5 segundo seu corpo e sua afeição se tornaram femininas e maduras, Asmodeus agora era a reitora Marta.

“(Sing to me, my angel of music)
(He's there, The Phanton of the Operaaaaaaaa...)”

Mephisto não conseguia enxergar uma saída clara para aquela situação, Danilo se aproximava dele para o ultimo golpe, até que um vidro e um ônibus em movimento foram a sua salvação, o demônio ainda tinha o controle do veiculo.

“(Sing to me, my angel of music)
(He's there, The Phanton of the Operaaaaaaaa...)”
“(Sing to me, my angel of music)
(He's there, The Phanton of the Operaaaaaaaa...)”

Mephisto não pensou duas vezes e com um gesto de um dedo, fez Danilo parar e disse “Não, agora não” ele então puxou a sua mão para trás, o ônibus freou de maneira brusca a mais de 180 Km/h Danilo foi arremessado para a frente do ônibus quebrando o seu vidro e caindo em plena avenida com a ponta da espada caindo no asfalto primeiro. Certos estilhaços cortaram o seu corpo, mas nada grave.


“(Sing to me, my angel of music)
(He's there, The Phanton of the Operaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...)”

 Sarah Brightman encerrou sua apresentação com maestria e brilhantismo e com uma grande salva de palmas de Ana que aplaudiu de pé como fizeram todos na casa de shows.

 Asmodeus agora era Marta e ouvindo a salva de palmas da plateia no radio fez uma pequena reverencia de frente ao radio “Obrigado, Obrigado, Obrigado”


_______________________________________________________________________________________________

*Marta Medeiros - No Capítulo 2 do livro Danilo Contra o Senhor das Moscas, Danilo é expulso da faculdade pela reitora que na ocasião já era a Dona Marta.

**Mene Mene Tequel Parsim - Na bíblia Deus escreve estas palavras na parede de um rei babilônico, estas palavras significam - Deus te pesou hoje e foi constatado divida, pois assim será dividido o seu reino.   

***Mephisto - Este demônio aparece pela primeira vez no livro Danilo Contra o Senhor das Moscas, usando sua magia de ilusão, Mephisto tortura Danilo em um restaurante atrás de informações. 

Hierarquia Angelical na Saga de Danilo

By : Edilson Cândido Rezende
 Anjos e demônios estão presentes Anjo (do latim angelus e do grego ággelos (ἄγγελος), mensageiro), segundo a tradição judaico-cristã, a mais divulgada no ocidente, conforme relatos bíblicos, são criaturas espirituais, conservos de Deus como os homens (Apocalipse 19:10), que servem como ajudantes ou mensageiros de Deus.



Os relatos bíblicos e a hagiografia cristã contam que os anjos muitas vezes foram autores de fenômenos miraculosos, e a crença corrente nesta tradição é que uma de suas missões é ajudar a humanidade em seu processo de aproximação a Deus.

 Os anjos são ainda figuras importantes em muitas outras tradições religiosas do passado e do presente, e o nome de "anjo" é dado amiúde indistintamente a todas as classes de seres celestes. Os muçulmanos, zoroastrianos, espíritas, hindus e budistas, todos aceitam como fato sua existência, dando-lhes variados nomes, mas às vezes são descritos como tendo características e funções bem diferentes daquelas apontadas pela tradição judaico-cristã, esta mesma apresentando contradições e inconsistências, de acordo com os vários autores que se ocuparam deste tema. O Espiritismo faz uma descrição em muito semelhante à judaico-cristã, considerando-os seres perfeitos que atuam como mensageiros dos planos superiores. Dentro do Cristianismo Esotérico e da Cabala, são chamados de anjos aos espíritos num grau de evolução imediatamente superior ao do homem e imediatamente inferior ao dos arcanjos. Para os muçulmanos alguns anjos são bons, outros maus, e outras classes possuem traços ambíguos. No Hinduísmo e no Budismo são descritos como seres autoluminosos, donos de vários poderes, sendo que alguns são dotados de corpos densos e capazes de comer e beber. Já os teosofistas afirmam que existem inumeráveis classes de anjos, com variadas funções, aspectos e atributos, desde diminutas criaturas microscópicas até colossos de dimensões planetárias, responsáveis pela manutenção de uma infinidade de processos naturais. Além disso a cultura popular em vários países do mundo deu origem a um copioso folclore sobre os anjos, que muitas vezes se afasta bastante da descrição mantida pelos credos institucionalizados dessas regiões.

Veja abaixo a hierarquia de anjos no mundo da Saga de Danilo.
As hierarquias foram separadas em tríades para um melhor intendimento.

Primeira Tríade

A 1º ordem

Serafins: 

O nome serafim vem do hebreu saraf (שרף), e do grego, séraph, que significam "abrasar, queimar, consumir". Também foram chamados de ardentes ou de serpentes de fogo. É a ordem mais elevada da esfera mais alta. São os anjos mais próximos de Deus e emanam a essência divina em mais alto grau. Assistem ante o Trono de Deus e é seu privilégio estar unido a Deus de maneira mais íntima, e são descritos em Isaías como cantando perpetuamente o louvor de Deus e tendo seis asas.


Querubins:

Do hebreu כרוב - keruv, ou do plural כרובים - keruvim, os querubins são seres misteriosos, descritos tanto no Cristianismo como em tradições mais antigas às vezes mostrando formas híbridas de homem e animal. Os povos da Mesopotâmia tinham o nome karabu e suas variantes para denominar seres fantásticos com forma de touro alado de face humana, e a palavra significa em algumas daquelas línguas "poderoso", noutras "abençoado".
Os Querubins, para alguns teólogos, ocupam o topo da hierarquia, pois alguns não consideram os serafins como anjos , uma vez que a palavra hebraica para anjo é "malak" (mensageiro) e da mesma forma no grego, anjo é "angelus" (mensageiro) e estas figuras aladas que aparecem, na Bíblia, apenas em Isaías capítulo 6, onde exaltam a Deus mas não comunicam mensagens ao profeta.


Tronos ou Ofanins:

Os Tronos têm seu nome derivado do grego thronos, que significa "anciãos". São chamados também de erelins ou ofanins, ou algumas vezes de Sedes Dei (Trono de Deus), e são identificados com os 24 anciãos que perpetuamente se prostram diante de Deus e a Seus pés lançam suas coroas.


Segunda Tríade

A 2ª Ordem

Dominações: 

Seres que ainda serão revelados.


Virtudes: 

Seu nome está associado ao grego dunamis, significando "poder" ou "força", e traduzido como "virtudes" em Efésios 1:21.


Potestades: 

As Potestades ou Potências são também chamadas de "condutores da ordem sagrada". Executam as grandes ações que tocam no governo universal.


Terceira Tríade

A 3ª Ordem

Principados: 

Os Principados, do latim principatus, são os anjos encarregados de receber as ordens das Dominações e Potestades e transmití-las aos reinos inferiores, e sua posição é representada simbolicamente pela coroa e cetro que usam.


 Arcanjos: 

O nome de arcanjo vem do grego αρχάγγελος, arkangélos, que significa "anjo principal" ou "chefe", pela combinação de archō, o primeiro ou principal governante, e άγγελος, aggělǒs, que quer dizer "mensageiro". Este título é mencionado no Novo Testamento por duas vezes e a esta ordem pertencem os únicos anjos cujos nomes são conhecidos através da Bíblia: Miguel, Rafael e Gabriel. Miguel é especificamente citado como "O" arcanjo, ao passo que, embora se presuma pela tradição que Gabriel também seja um arcanjo, não há referências sólidas a respeito. Rafael descreve a si mesmo como um dos sete que estão diante do Senhor, classe de seres mencionada também no Apocalipse.


 Anjos: 

Os anjos são os seres angélicos mais próximos do reino humano, o último degrau da hierarquia angélica acima descrita e pertencentes à sua terceira tríade. A tradição hebraica, de onde nasceu a Bíblia, está cheia de alusões a seres celestiais identificados como anjos, e que ocasionalmente aparecem aos seres humanos trazendo ordens divinas. Para Deus, apesar dos vários cargos angelicais, todos são anjos e todos são iguais perante Ele.

O Segundo Demônio, Asmodeus

By : Edilson Cândido Rezende

Asmodeus é normalmente representado
 com asas e três cabeças:
uma de homem com hálito de fogo,
uma de touro e uma de carneiro,
símbolos de virilidade e fertilidade.
É considerado um dos sete príncipes do inferno abaixo somente deLúcifer (o Imperador do Inferno). É o demônio representante do último pecado, a Luxúria, concepção dada ao considerado pior dos pecados. Sua origem difere muito conforme a fonte, alguns considera-o como um anjo caído, porém alguns escritos judaícos indicam Asmodeus como o "Rei Esquecido de Sodoma", nesse conto Asmodeus é visto como o homem mais impuro já nascido, e aquele que guiou Sodoma à lúxuria. Alguns teólogos consideram a destruição de Sodoma como meio de matar Asmodeus, e não como prelúdio do Dilúvio. Já no livro deuterocanonico de Tobias, é citado como o assassino dos noivos de Sara. Deus envia o Arcanjo Rafael para guiar Tobias, encontrar Sara e prender o dêmonio nos mais altos picos terrestres. Depois de completar sua missão, o Arcanjo cura Tobit pai de Tobias e retorna para a Corte celeste.
 Segundo seitas satânicas, a letra inicial de seu nome é parte integrante do acrônimo Baal, nome de deus pagão citado tanto nas escrituras sagradas do Torá (judaísmo) quanto na Bíblia (cristianismo), que se traduz nos nomes dos demônios Belzebu, Astarot, Asmodeus e Leviatã. 
 Asmodeus é normalmente representado como uma espécie de chimera, com asas e três cabeças: uma de homem com hálito de fogo, uma de touro e uma de carneiro, símbolos de virilidade e fertilidade. Porém, pode ser representado também como uma espécie de feiticeiro capaz de adotar a forma de aranha. Por se tratar de um humano que virou demônio e não um anjo caído, Asmodeus possuí o livre arbítro, negado aos anjos, sendo considerado a Arma de Lúcifer para derrotar o Messias.

 Na Literatura 

 No livro Encruzilhada (Literata, 2011), do escritor paulistano Ademir Pascale, Asmodeus é um poderoso demônio que é libertado por um padre através de um ritual macabro. Sua intenção é causar a discórdia entre os humanos, além de garantir mais almas para o inferno.

Primeiro Demônio, Beelzebuth

By : Edilson Cândido Rezende
 Esse e o primeiro inimigo direto do nosso herói, a baixo uma pequena descrição de quem é ele, e como a mídia o explora.

Beelzebuth (deformação do nome de uma divindade filistéia ou cananéia: Baal Zebub ou Baal Zebul ouvulgo BelzebuPríncipe dos DemôniosSenhor das Moscas e da pestilência, Mestre da Ordem) é conhecido principalmente como O Terceiro dos Três. Tem essa nomeação por ser acreditar que é o terceiro demônio mais poderoso do inferno, curvando-se somente perante Lúcifer e o próprio Shaitan, de Tenebras.
Baalzebub é uma entidade amalgamada de outras duas poderosas entidades conhecidas da mitologia Cananéia e Fenícia:
- o deus Baal ou Bael, senhor dos trovões, agricultura e fertilidade. Também associado à morte e crueldade;
- Zebub, o deus das moscas e da pestilência.
Quando aplicada a ideologia católica, Belzebub era visto na Idade Média como um dos sete princípes do Inferno, sendo a personificação do segundo pecado, a gula.

Beelzebuth na Mídia

  • No anime Yondemasu yo, Azazel-san é um demônio de nome Belzebu, mas também chamado por Azazel de "Bee-yan"
  • Na Marvel Comics: É um dos demônios do inferno.
  • Na Disney: É o nome da vassoura de uma bruxa.
  • No jogo Ragnarök Online: Belzebu é o chefe da Ilha Esquecida, uma das cavernas do jogo.
  • Na canção Bohemian Rhapsody da banda inglesa Queen, há um verso que cita Beelzebuth.
  • No anime Beelzebub desenho japonês a historia se foca no bebê Beelzebub filho do Grande Rei Demônio (inspirado em Beelzebuth) que vêm a terra para destruir a humanidade.
  • Na novela Vamp, exibida atualmente no Viva, é citado como Deus, para os vamps.
  • No livro A Batalha do Apocalipse um dos duques do inferno, de grande poder.

O Mundo da Saga de Danilo

By : Edilson Cândido Rezende


 Mestres da Desordem
 "No inicio eram 30 anciões, mas seis deles caíram em desgraça..." Anjo Ezequiel

Reunião nos Céus
Também conhecidos como "Agentes do Caos", são os seis anciões que formam o salão do inferno, assim como Deus tem os seus 24 anciões  que jogam as suas coroas perante Ele, para simbolizar que apoiam todas as suas ações, os anciões do inferno jogam as suas perante o diabo. Até agora o único ancião identificado foi Vehuel, que por algum motivo ajuda Danilo em sua jornada. 
 Os Mestres da Desordem, estão presos no inferno e não podem sair com nenhuma ferramenta conhecida. Alguns dizem que a liberação desses seres em sua totalidade trairia o apocalipse nos quatro cantos da terra. Como se percebe no primeiro livro apenas alguns demônios selecionados podem vim a terra. Dizem que quando Jesus morreu na cruz e salvando todos da ira de Deus, foi até ao inferno e tirou das mãos de Lúcifer a chave da morte e do inferno, assim Lúcifer e alguns dos seus seres celestiais, mais conhecidos como "demônios" foram presos e estão proibidos de vim a terra, Lúcifer especificamente pode vim a terra, mas apenas com autorização de Deus.


 Vale dos Ossos Secos
"Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do Senhor, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos.
E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos. "
Ezequiel 37:1-2
Vale dos Ossos Secos
O profeta Ezequiel teve uma visão sobre um lugar chamadoVale dos Ossos Secos, aonde Deus perguntou a ele se aqueles ossos poderiam voltar a viver. Danilo conhece esse local no segundo livro, para eles acharem o Livro das Crônicas que é guardado pelo ancião Morte, eles precisam passar por esse local que é cheio de areia e o sol brilha sempre, um lugar repleto de escorpiões, lagartos e ossos de seres humanos. Ezequiel explica para ele que aquele local é uma parte do inferno que é destinada para aquelas pessoas que durante a sua vida se dedicaram a Deus, mas no final se abdicaram da fé para algum beneficio próprio, e assim morrerem sem a salvação de suas almas. Todas as almas ali ficam pressas no Vale junto com seus ossos, vivem eternamente sem poderem se mexer, olhando o vento e a areia passar por eles eternamente. Ezequiel, Danilo e Nathan tentam passar pelo Vale mas por mais que eles andem em linha reta sempre acabam no mesmo lugar e nada se vê lá além do horizonte sem fim.

Salve-se e Esqueça os Demais - Spoilers Escondidos

By : Edilson Cândido Rezende


Espero que você esteja pronto para um tiroteio
Porque o diabo já tem o seu anti-cristo
[Eles dizem] Nós nunca vamos sair vivos desse lugar
Mas se você cantar essas palavras nós nunca morreremos

Desça até a borda e não esqueça que o piso tem facas
Não, você sabe que Clara nunca foi a vitima
[Porque] o suicídio nunca foi a saída
Nós acreditamos e eu acredito que esta noite

Podemos deixar esse mundo, deixar tudo pra trás
Podemos roubar este carro se seus pais não ligarem
Podemos viver para sempre se você tiver um tempo

Se você se salvar hoje a noite.

Te contarei como a história termina
Bem, os caras bons morrem e os bandidos ganham [Quem liga?]
Não se trata de todos os amigos que fez
Mas de quantos deles compareceram no seu enterro

Para todos nós que vimos a luz
Saudemos os mortos que guiam a luta
Quem dá a mínima se você perder a guerra
Deixe as paredes caírem, os castelos ruírem

Eu sou o único amigo que te faz chorar
Você é um ataque cardíaco, em cabelos negros
Então apenas salve-se e eu os segurarei hoje à noite

Você está pronto onde você está?
Se você se salvar hoje à noite
Porque eles estão vindo por você
Você pode se salvar hoje à noite?
Agora mesmo!
Porque eu vou segurá-los

Podemos deixar esse mundo, deixar tudo pra trás
Podemos roubar este carro se seus pais não ligarem
Nós podemos viver para sempre se você tiver um tempo

Você é o vidro quebrado na luz da manhã
Uma estrela em chamas que se eleva a noite
Então apenas salve-se e eu os segurarei hoje à noite

Quem Esta Neste Dialogo ?

By : Edilson Cândido Rezende
 De o Play ( Musica do Filme Os Miseráveis )
 
video     



- Finalmente, nos encontramos. Levarei sua alma para o inferno. O senhor terá uma lugar especial. 

- Antes que me leve, tem uma coisa que eu preciso fazer. Realmente eu vendi minha alma para ti. Só preciso de mais 3 dias. Para salvar esta pobre criança.  Depois serei todo seu  para a eternidade. Honrarei meu compromisso. Minha....

- Você deve me achar um idiota? Esperei sua alma muito tempo, não posso esperar nenhum segundo a mais. 









- Me de só três dias, serei completamente seu, sou um homem de palavra. Não posso acreditar na sua truculência. Por favor considere apenas isso. Não lhe será pesado. Como posso ser um homem depois de deixar ela morrer nos meus braços. Não irei com você sem antes salva-lá. Não irei pra eternidade com este remorso. 
- Nem um dia mais, não serei enganado. Sou o que sou, não posso ignorar a minha natureza. Sua cela será 24641. Não se junte. Seu tipo de homem não me engana. Use a sua placa 24641. Sua morte se aproxima. Você não sabe nada de redenção. 

- Venha comigo agora. Tem lindas mulheres por lá. Venha cumprir sua pena. Ao lado dos Mortos.



- Copyright © A Saga de Danilo - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -